Noticias

Cartórios de protesto são a maneira mais rápida de cobrar dívidas

Existem diferentes maneiras de cobrar uma dívida. A forma mais simples, rápida e eficiente é utilizar os cartórios de protesto: basta preencher um formulário online e apresentar os documentos que

SUPERINTENDENTE DO IEPTB-AM FAZ VISITA À DIRETORIA DO CREA-AM

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM), engenheiro civil Cláudio Guenka, se reuniu na última terça-feira (24) com os representantes do Instituto de Estudos de

NOVO FLUXOGRAMA ENTRE JUIZADOS E CARTÓRIOS DE PROTESTO

Um novo fluxograma vai dar celeridade ao cumprimento das decisões judiciais, num sistema onde os juízes podem enviar as sentenças aos cartórios de protesto.

ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR REÚNE COM DEFENSORES PÚBLICOS PARA APRESENTAR CONVÊNIO COM IEPTB-AM

A Administração Superior da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) reuniu, no último dia 8 de fevereiro, com defensores públicos e assessores jurídicos para apresentar convênio firmado entre a DPE-AM e

TJAM ASSINA TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA COM A PGE E PGM

Na manhã desta segunda-feira, dia 30, a presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargadora Graça Figueiredo e o corregedor-geral de justiça, desembargador Flávio Humberto Pascarelli Lopes, assinaram, juntamente

DÍVIDAS COM PREFEITURA E ESTADO SERÃO COBRADAS POR CARTÓRIOS NO AMAZONAS

As dívidas tributárias e não tributárias de contribuintes com o Estado e município serão enviadas para protesto nos cartórios antes de serem ajuizadas nas varas de execuções. Na última semana,

PROTESTOJUD – REMESSA A PROTESTO POR MEIO ELETRÔNICO.

Aos 16 dias do mês de setembro do corrente ano, no Auditório do Fórum Justiça do Trabalho, o Instituto de Estudos de Protesto de Títulos (IEPTB-AM), representado pelo seu Presidente

SEMINÁRIO DE DIREITO REGISTRAL É PAUTA DE REUNIÃO NA OAB AMAZONAS

A OAB/AM - Ordem dos advogados do Brasil Seccional Amazonas reuniu-se nesta segunda (20), com a ANOREG para tratar da realização de um seminário para o esclarecimento do direito imobiliário,

VISITA DA 15° VARA DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DE MANAUS

No dia 29 de Março de 2017, estiveram na sede do Instituto de Protesto do Estado do Amazonas representantes da 15° Vara do Juizado Especial Cível de Manaus, Dra. Ivania

AFEAM

O gestor do Instituto de Estudos de Protestos de Títulos do Brasil Seção do Amazonas, Rafael Stone, esteve presente na sede da Agência de Fomento do Estado do Amazonas para

OAB AMAZONAS ASSINA CONVÊNIO COM INSTITUTO DE PROTESTO DE TÍTULOS

A Ordem dos Advogados do Brasil seccional Amazonas (OAB/AM), por meio da Comissão de Direito Imobiliário, Notarial e Registral, firmou convênio com o Instituto de Estudo de Protesto de Títulos

VISITA INSTITUTO DE PROTESTO DE TÍTULOS

O Sr. Luiz Guilherme Johnson de Assis, titular da serventia de Carauari-AM, esteve presente na sede do Instituto de Protesto de Títulos do Brasil - Seção Am, para buscar mais

VISITA INSTITUTO DE PROTESTO DE TÍTULOS

Recebemos a visita do Ilustre Presidente da Comissão de Direito Notarial e Registral da OAB - AM, Dr. Erick Drean, com o objetivo de estreitar o relacionamento entre os Cartórios

VISITA INSTITUTO DE PROTESTO DE TÍTULOS

Recebemos recentemente a visita da Titular da Serventia de Lábrea, interior do Estado do Amazonas, Dra. Luciana da Cruz Barroncas, juntamente com o seu Substituto Sr. Fábio Veras para alinhar

CONVERGÊNCIA 2017

Belém, PA, 21/09/2017, o Instituto de Protesto do Estado do AM recebeu o cobiçado prêmio Inovação 2017, no evento Convergência 2017, realizado no Estado do Pará, a justificativa do prêmio

INTIMAÇÕES DE PROTESTO PODEM SER FEITAS PELA INTERNET, DIZ CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) manteve o entendimento da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ) do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) que permitiu a publicação de intimações de protesto

PROTESTO DE TÍTULO PRESCRITO GERA DANO MORAL APENAS SE NÃO HOUVER OUTRAS FORMAS DE COBRAR A DÍVIDA

O protesto de títulos cambiais prescritos gera dano moral indenizável apenas quando não houver outros meios legais de cobrar a dívida, situação em que o ato notarial só serve para